VISITANTES   428.924
MISS SUMOL CUP - DIA 3

ANA SARMENTO VENCE COMPETIÇÃO DE SURF

E ao terceiro dia do Miss Sumol Cup houve o primeiro momento de festa no areal da praia da Costa Nova, em Ílhavo, com Ana Sarmento a sagrar-se vencedora da competição de surf. Num dia de muito Sol, praticamente sem vento e mar baixo (ondas de 0,5 metro), a surfista da Ericeira foi a que melhor soube tirar partido das condições de mar, realizando o seu melhor resultado de toda a prova (13.10 pontos) e, assim, batendo toda a concorrência.

Image

 

"Foi um campeonato óptimo para mim", começou por referir Ana Sarmento após a consagração pública pela vitória naquela que foi a 4ª etapa da LigaProSurf feminina, competição que até ao momento regista vencedoras diferentes em cada uma das etapas já realizadas, acrescentando: "Comecei devagarinho, sempre a melhorar, porque é isso que interessa, chegar à final nas melhores condições. Ainda não tinha ganho no Nacional este ano, por isso foi bom".

Com este triunfo, e quando estão realizadas quatro das oito provas que constituem o campeonato nacional, Ana Sarmento reforça o 3º lugar na classificação geral provisória, agora liderada por Maria Abecasis, que na prova de Ílhavo terminou em segundo lugar, a 3.27 da vencedora. No terceiro posto da prova da Costa Nova ficou Carina Duarte, que durante todas as anteriores fases da competição obteve as melhores notas, mas que na final acabou por não conseguir estar ao mesmo nível (pontuou apenas 9.83). Nas meias-finais, a atleta do Ericeira Surf Clube estabeleceu o melhor «score» da prova, com 14.67 pontos, que é igualmente o melhor resultado alcançado até agora na LigaProSurf 2010 feminina. Com o terceiro lugar de Ílhavo, Carina Duarte coloca-se na segunda posição do campeonato a apenas 40 pontos de Maria Abecasis. No quarto lugar da prova de surf do Miss Sumol Cup ficou Francisca Sousa, que, pelos resultados das fases anteriores, acabou por ser a surpresa da final, uma vez que era mais previsível a presença da campeã nacional em título Joana Rocha na final a quatro. Contudo, a atleta da Costa de Caparica impôs-se à experiente atleta do Estoril, não conseguindo depois melhor do que o quarto e último posto da final, com 4.17 pontos.

 

"As ondas estavam mais pequenas, pelo que estava mais difícil de vermos algum surf de qualidade, contudo houve algumas atletas que continuaram a destacar-se no dia de hoje, que foi o caso da Ana Sarmento, da Carina Duarte e da Maria Abecasis, as que tiveram melhores prestações", sustentou no final Pedro Barbosa, director-técnico da prova, rematando: "Creio que ganhou a atleta que fez melhor surf, se bem que foi renhido".

 

Image

Refira-se que nos dois dias de competição foram surfadas 278 ondas, tendo a vencedora Ana Sarmento realizado, nas meias-finais, a onda mais pontuada (8.00).

Nota ainda para a aveirense Margarida Novo que, apesar de ter sido eliminada logo na 1ª Fase, conquistou a organização, que lhe atribuiu o prémio Miss Simpatia, uma tradição do Miss Sumol Cup muito estimada pelas atletas.
Image


Aulas gratuitas são um enorme sucesso

E se dúvidas houvesse em como os desportos de ondas, especialmente o surf e o bodyboard, estão na moda ou, pelo menos, a ser olhados pelos portugueses como mais atenção e como uma actividade saudável e bastante interessante, o Miss Sumol Cup arrasa com todas elas, pois a adesão dos veraneantes da Costa Nova às aulas de surf gratuitas que a organização proporcionou durante os três primeiros dias do evento foi esmagadora. E perspectiva-se, pelo número de inscrições já registado para as aulas de bodyboard, que os três restantes dias do evento continuarão de trabalho intenso para os monitores, À situação não é também alheio o facto de a Associação de Surf de Aveiro, para além de disponibilizar os seus monitores credenciados, convidar sempre um nome grande da modalidade para ministrar umas aulas. Este ano, as aulas de surf tiveram como professora convidada Teresa Abraços, antiga campeã nacional e uma das primeiras surfistas portuguesas a entrar em competição, enquanto a partir de amanhã Catarina Sousa repete a experiência de 2009, ministrando aulas a todos, e já são muitos, os aspirantes a bodyboarders inscritos. Refira-se que diariamente é possível efectuar a inscrição para as aulas do dia ou dos dias seguintes.  Image

De resto, a organização continua a proporcionar outras actividades e muita animação na praia, com aulas de «body balance» e «body combat» e diversos concursos. Para quem quiser relaxar ainda mais do que o que a praia já relaxa, a tenda de massagens é o local ideal, onde dois fisioterapeutas credenciados têm feito as delícias dos banhistas.
 
 
DECLARAÇÕES DAS FINALISTAS

Ana Sarmento (1º lugar) - "Foi óptimo e, como ainda não tinha ganho nenhuma prova este ano, foi bom para a auto-estima. Este resultado é muito bom pois subi ao terceiro lugar do «ranking» e agora nas próximas provas chegar mais para cima. Esta prova ser só feminina é muito bom porque é um incentivo para as raparigas, devia era haver mais iniciativas destas".
Image

 

 

Maria Abecasis (2º lugar) - "Na final, face às ondas que havia, surfei melhor do que nos outros «heats», que não foram nada do outro mundo, mas foi o que deu para fazer. Um segundo lugar é sempre bom, mas já fiquei algumas vezes em segundo este ano e ainda não consegui um primeiro, o que é um pouco chato".  Image

 

 

Carina Duarte (3º lugar) - "A final não me correu tão bem como nos outros «heats», onde consegui encontrar melhor as ondas, mas mesmo assim foi uma prova boa. Ser só raparigas é bom porque podemos entrar na melhor altura da maré e é uma ideia muito boa, porque é importante para nós sentirmos que temos s" type="text/javascript"> // --> valor e, depois, há sempre um bom ambiente entre nós".
Image

 

 

Francisca Sousa (4º lugar) - "A prova correu bem, fui à final o que é sempre bom, mas não consegui mostrar o meu surf e surfar bem. Também estava difícil porque o mar estava pequenino, mas não faz mal, fica para o ano".
Image