VISITANTES   428.604
MISS SUMOL CUP - DIA 5

MAYLLA VENTURIN BRILHA NO ARRANQUE DO EUROPEU

Com condições excelentes para a prática do bodyboard na praia da Costa Nova, em Ílhavo, o início da etapa portuguesa do campeonato da Europa da modalidade registou um elevado nível, com «heats» muito disputados e bastante renhidos, com apuramentos a serem decididos à centésima.

Confirmando o enorme apreço que as bodyboarders nacionais e estrangeiras nutrem pelo evento, a edição 2010 do Miss Sumol Cup registou um novo recorde de inscrições, 37 atletas, oriundas de 10 países - Japão, Austrália, Brasil, Espanha, Irlanda, Porto Rico, Venezuela, Reino Unido, França e, claro, Portugal. Na primeira fase da prova, o destaque vai inteirinho para a prestação da brasileira Maylla Venturin, que recebeu a única nota máxima (10.00 pontos) atribuída pelos juízes a uma onda, como conseguiu ainda o melhor resultado das 11 baterias disputadas, com 17.75 pontos.


Image
Maylla Venturin

"É sempre muito bom começar assim e não é sempre que se alcança uma nota 10 e eu consegui com essa onda perfeita executar as manobras nos pontos críticos e, por isso, tive a nota máxima", sustentou no final a brasileira, revelando: "Fiquei muito feliz porque na água não conseguia escutar as notas, imaginava que precisava de uma onda boa e quando terminei a onda apercebi-me que tinha sido muito boa, mas não sabia a nota... Quando ouvi que era um 10.00, vibrei e fiquei muito contente".
Depois da nota máxima, Maylla Venturin conseguiu logo de seguida um 7.75.
"Tive sorte, escolhi muito bem as ondas e com isso consegui fazer todas as manobras que a onda pediu", explicou.
Com essas duas ondas, a bodyboarder colocou-se na liderança do «heat», posição que não mais largou, fruto do «score» de 17.75 pontos, o melhor da competição até ao momento e que faz dela, para já, a principal candidata à vitória. 


Image
Atletas muito empenhadas

 Contudo, a experiente atleta brasileira não embandeira em arco, pois sabe que o nível das adversárias é extremamente alto:  "É, com certeza, um bom indicador para amanhã, mas tudo ainda pode acontecer. Ainda faltam muitas baterias, o mar pode estar diferente e estão atletas muito boas no campeonato, atletas de nome que estão a disputar o título Mundial... Porém, para mim foi um bom começo, porque no ano passado perdi logo na primeira fase e agora estou dentro do campeonato e, quem sabe, posso chegar à final".
Essa é, de facto, o primeiro grande objectivo das 16 atletas que ainda continuam em prova e que amanhã, a partir das 10h00, vão discutir os quartos-de-final, onde já não estará nenhuma das três venezuelanas presentes na Costa Nova, nem 13 das 18 bodyborders que formavam a armada lusa na competição. Mesmo assim, de referir que as atletas portuguesas mais cotadas ainda estão em prova, assumindo-se também como fortes candidatas a um lugar na final a quatro e à vitória da competição.
 


Image
Rita Pires

Apesar do grande resultado de hoje, Maylla Venturin espera grandes dificuldades para amanhã, não apenas pelas razões que já expôs, mas também porque "o ritmo está muito forte e bem puxado".

Por tudo isso, a brasileira é taxativa: "Vai ser uma fase decisiva muito disputada e renhida".

Destaque ainda para a portuguesa Catarina Sousa, que logrou fazer a segunda melhor onda da primeira fase, alcançando 8.50 pontos, o que já é considerado um Onda Excelente, e que foi determinante para vencer de forma categórica a sua eliminatória.

Image
Atletas deram o melhor

Decisões de manhã, prémios à tarde e festa à noite

Amanhã o «check-in» para as atletas está marcado para as 9h30, com o início dos quartos-de-final previsto para meia-hora mais tarde (veja heats na secção Resultados). Seguir-se-ão as mais-finais e depois, então, a refrega a quatro que decidirá o título de Miss Sumol 2010. A acção na praia termina com a cerimónia de entrega de prémios, com a presença do presidente da Cãmara Municipal de Ílhavo, Agostinho Ribau Esteves.

À noite haverá os tradicionais jantar-convívio e a festa de encerramento na discoteca Estação da Luz, com a presença dos dj convidados da Antena 3, Mónica Mendes e Rui Estêvão.