VISITANTES   419.981
PASSEIO DE MOLICEIRO

Turismo, beleza e boa-disposição

Finda a primeira fase de competição, grande parte das atletas desfrutou dos encantos proporcionados por um passeio de moliceiro na Ria de Aveiro, através do qual puderam apreciar a beleza da paisagem da Costa Nova, com os seus tradicionais e coloridos palheiros de madeira às riscas e de toda a frente  de ria do local. 

.  

 

 

Image
 

Image Image
 Palheiros da Costa Nova


Após levar as turistas de ocasião a passar por debaixo da majestosa ponte que liga Ílhavo e Aveiro às praias da Costa Nova e da Barra e de as levar a apreciar a beleza da frente de ria da localidade que recebe o Miss Sumol Cup, «O Inobador» - assim se chama o moliceiro do Clube de Vela da Costa Nova/PT - rumou à marina da Gafanha da Encarnação, onde o grupo pôde degustar o muito apreciado «cervejão» e ainda a saborosa «empalhada» na famosa «A Bruxa - Tasca Rasca», estabelecimento (que já foi mais) típico da região. .

Image
 Chegada à Gafanha da Encarnação 

A todo o momento, o grupo de atletas que aproveitou a oportunidade única proporcionada pela organização de conhecer a área a partir da ria - é que naquela zona não há, de momento, nenhum moliceiro, nem outra qualquer embarcação a fazer passeios turísticos -evidenciou uma enorme boa-disposição, nem parecendo que estão a meio de uma tão importante competição. É que as bodyboarders fazem questão de conviver de forma inigualável no Miss Sumol Cup, onde são rainhas da praia e de todas as atenções da organização, o que não acontece em todas as outras provas do Europeu e Mundial, em que ficam sempre um pouco na sombra dos atletas masculinos. E nem a ligeira e breve chuva que surgiu poucos minutos antes do início do passeio turístico conseguiu abalar a vontade das bodyboarders.


Image
 Boa-disposiçãp reinou

 
A chuva não atrapalhou o passeio, nem as aulas gratuitas que voltaram a ter enorme adesão dos veraneantes, com a organização a registar novamente um grande número de inscrições de aspirantes a bodyboarders