VISITANTES   436.424
Catarina Sousa repete triunfo em Ílhavo

Image

Numa final em que defrontou três estreantes na Miss Sumol Cup, a portuguesa Catarina Sousa levou a melhor e repetiu o triunfo já alcançado há dois anos.
Agora com dois triunfos em Ílhavo (2011 e 2013), a bodyboarder de Carcavelos junta-se no topo da lista de vencedoras à australiana Kira Llewellyn, Miss Sumol em 2006 e 2007, consolidando a posição de melhor portuguesa, pois é a única que logrou ganhar a prova nas nove edições realizadas.

Sem dar hipóteses à concorrência, Catarina Sousa «entrou a matar», colocando-se na liderança logo à primeira onda (6.75 pontos). E se as adversárias eram todas estreantes na prova, a mentora da Boggie Chicks, escola de bodyboard feminina, ainda não falhou uma única edição e fez valer essa experiência, ao que também não terá sido alheio o facto de ser a mais «veterana» das quatro finalistas, com os seus 36 anos. Na disputa das melhores ondas, vencedora da Taça de Portugal 2013 tinha a marroquina Fatima Zahara, de 34 anos, a australiana Emma Cobb, de 28, e a espanhola Olga Cutillas, de apenas 18.

Image

E foi por pouco que o ordenamento etário não prevalecia totalmente na classificação final... Numa final em que foram as primeiras ondas que escalonaram o pódio, Catarina Sousa, depois da onda de 6.75 com que se colocou na liderança, fecharia o seu resultado (14.10 pontos) na última onda que apanhou, com 7.35 pontos, que acabaria por ser a melhor onda da final.

Image

Logo atrás, e fruto também de uma entrada muito forte, Emma Cobb assegurou o segundo lugar na competição, com 13 pontos, devido a duas boas ondas (6.90 e 6.10 pontos). No terceiro lugar terminou Fatima Zahara, com 10.25 pontos (5.25 e 5.00), enquanto no quarto e último posto ficou a jovem Olga Cutillas, com apenas 8.00 pontos (4.50 e 3.50).
Devido às dificílimas condições de mar na praia da Costa Nova, aliadas a um Nortada tremenda que tornou impossível a realização do que faltava da prova de bodyboard, a organização da Associação de Surf de Aveiro (ASA) determinou a mudança da competição para a vizinha Barra, praia onde se realizaram as quatro primeiras edições do evento. Em tempo recorde, a organização transferiu o campeonato, proporcionando as condições necessárias para atletas e juízes concluírem a fase decisiva da prova de bodyboard. Este facto foi, aliás, elogiado por todas as competidoras.

Image

E foi perante muito público, apesar do incomodativo vento e esvoaçante areia, que se decidiu quem seria a Miss Sumol Cup 2013 com um excelente e disputado espectáculo de bodyboard.
No total foram surfadas 188 ondas, duas excelentes e 23 boas, números que expressam, de certa forma, as condições complicadas em que o mar se apresentou durante toda a competição.
Neste particular, a espanhola Olga Cutillas levou para casa o prémio da melhor onda, alcançada nas meias-finais, que foi pontuada com um 8.75. Nota ainda para o facto de Catarina Sousa ter ainda acumulado ao seu êxito quatro das sete melhores ondas surfadas na prova.
Sendo este o campeonato mais feminino do bodyboard mundial, o Prémio Simpatia não podia faltar, tendo, este ano, sido atribuído à portuguesa Marta Leitão, que além de tudo fez uma boa prova, alcançando um quinto lugar, o seu melhor resultado em Ílhavo!

DECLARAÇÕES DAS FINALISTAS

Image

Catarina Sousa, Portugal (1º lugar) - "Estou super contente e quero dedicar este triunfo a todas as bodyboarders portuguesas. Este prémio também é para elas... Vinha para aqui sem saber o que isto poderia dar, chegar à final já foi muito bom, mas sabia que estando lá daria tudo para ganhar. Acima de tudo, acho que fiz um grande campeonato, pois ganhei todas as baterias em que entrei e sempre com bons scores. É muito bom ganhar e fazer bons resultados. Na final apanhei duas boas ondas e, apesar de não conseguir ouvir os resultados, sabia que tinha feito duas boas ondas que poderiam dar para ganhar".

Image

Emma Cobb, Austrália (2º lugar) - "Esta foi a minha primeira vez na Miss Sumol Cup e toda a gente me ajudou, até falando inglês... As condições [de mar] estavam esquisitas, mas as meninas surfaram todas muito bem. Este segundo lugar é um bom começo para o Mundial... Foi difícil, as condições estavam difíceis, mas foi muito bom. Estou contente com o resultado, mas não com o meu surf. E quero dizer que a Catarina é fantástica".

Image

Fatima Zahara, Marrocos (3º lugar) - "Gostei muito do local, pois esta é a minha primeira vez aqui na Costa Nova, a organização foi muito boa, tal como o staff. Gosto muito das pessoas que são extremamente hospitaleiras. Estou muito contente com o meu terceiro lugar, pois nem pensava chegar à final. Apreciei bastante a atitude da organização em mudar o local de competição perante as dificuldades que o mar apresentava na Costa Nova. Gostei bastante dessa compreensão deles para com o nosso desempenho e para o ano cá estarei novamente".

Image

Olga Cutillas, Espanha (4º lugar) - "Este foi o meu primeiro campeonato aqui e foi muito bem, gostei bastante, até porque não pensava chegar à final. A organização é muito boa e toda a gente é muito prestável. Foi pena o mar na final ter pouca força, mas ainda assim tinha um bom rolo. Agora quero voltar para o ano e fazer também todo o Circuito Europeu".

MISS SUMOL CUP 2013 conta com o apoio:

Sumol
Câmara Municipal de Ílhavo
Turismo do Centro

Contiqui Bar, Isabel Castro, Glicínias Plaza, Ekena Bay, Pascoal, Malibu, Pizzarte, Grestel - Costa Nova, IPAM, Hotel Barra, Ach Brito, Tribo do Sol, Turbo Bodyboards, MCC Terapias e Estação da Luz

Cidade FM, Cosmopolitan, Sport Life, Surf Portugal, Onfire e Diário de Aveiro