VISITANTES   436.255
PROVA DO CIRCUITO EUROPEU DECIDE-SE ESTE DOMINGO

                                                  Image


Com a praia da Costa Nova, em Ílhavo, a parecer Londres submersa num denso nevoeiro até ao início da tarde, a organização da XI MISS SUMOL CUP by Entreposto A. Fontes optou por realizar apenas os quartos-de-final da prova a contar para o Circuito Europeu de Bodyboard, European Surfing Federation, já no final da tarde, a fim de a mesma se realizar numa fase da maré mais favorável.

Foi um dia longo de espera, mas que no final compensou, pois o muito público que esperou e se juntou à beira do mar ainda se assistiu as algumas boas manobras na água.
Dando seguimento ao bom momento que atravessa, confirmado no triunfo da véspera para o Circuito Nacional, Joana Schenker voltou a fazer a melhor onda do dia, com um 8.00 pontos, e a somar o melhor resultado dos quartos-de-final, com 13.00 pontos.

                                                  Image

Logo a seguir, Catarina Sousa alcançou a segunda melhor onda, com 6.00 pontos, e o segundo melhor score, com 11.25 pontos. O pódio do dia foi completado por Marta Leitão, com um score de 10.60.
Dos quatro heats realizados seguem para a fase seguinte: Catarina Sousa, Teresa Almeida, Carina Carvalho e Teresa Padrela (Meia-final 1); Joana Schenker, Marta Leitão, Carolina Esteves e Ana Adão (Meia-final 2).
Pelo caminho ficaram as portuguesas Madalena Padrela e Mafalda Peixoto, a campeã espanhola de 2014 Maddy Fernandez e a marroquina Ilham Branco. Uma nota para a presença da prova de Madalena Padrela que, aos 11 anos de idade, não se amedrontou com o mar e lutou de igual para igual com as demais adversárias, bem mais experientes e cotadas.
No total das quatro baterias foram surfadas 66 ondas.

                                                  Image

Amanhã, realizam-se as duas meias-finais e a grande final, que atribuirá não apenas as tão desejadas pontuações para o Circuito Europeu, mas também o título de Miss Sumol Cup 2015.
O check-in está marcado para as 10h00.
Paralelamente, intercalada com as baterias do Europeu de Bodyboard, decorrerá uma prova de qualificação que atribuirá um convite à vencedora para disputar a prova do Circuito Nacional de Surf Open Feminino, que se realiza na segunda-feira (dia 31).

                                                  Image

Ao final da manhã, depois de mais uma actividade de iniciação ao surf, que uma vez mais registou grande adesão dos veraneantes mais jovens (não houve nevoeiro que os impedisse de ir à praia e querer surfar umas ondas), Ribau Esteves, na qualidade de presidente da CIRA - Comunidade Intermunicipal da Região de Aveiro, visistou o evento, surfou (pelo menos tentou!) umas ondas e incentivou atletas e organização a "continuarem o bom trabalho".
A Miss Sumol Cup conta com o apoio da CIRA, no âmbito do programa PAPERA que já vai na quarta edição e cujo objectivo é "apoiar eventos promovidos pelas associações dos 11 concelhos que integram a Comunidade", explicou Ribau Esteves.

                                                  Image

Este ano, A CIRA, através do PAPERA, apoiou 15 eventos em de "grande diversidade, pois vai de acontecimentos como o Miss Sumol Cup a festivais de folclore", referiu, sublinhando: "Este é um evento de referência na nossa Região, pela tradição e qualidade da organização e por isso tem já um estatuto que lhe garante estar na agenda do programa da CIRA. Este é, de facto, um evento importante que queremos continuar a apoiar".

                                                  Image

A par da competição continua a animação na praia, com passatempos, workshops e tratamentos de beleza e muitas actividades de promoção das modalidades de Surf, Bodyboard e Slackline, com a presença de atletas estrangeiras que estão a fazer demonstrações interactivas no areal, até ao momento com enorme adesão de miúdos e graúdos.